Cruzamento Industrial

Os novilhos precoces produzidos pela Agropecuária Ipê são rigorosamente selecionados do ponto de vista da genética. Na busca de carne de qualidade, privilegia-se o sistema de cruzamento industrial, que permite produzir animais precoces, com carcaças mais pesadas e bem acabadas, resultando em carne com maior maciez.

O cruzamento industrial consiste em cruzar animais de raças ou grupos genéticos diferentes. No Brasil, o sistema mais difundido é o cruzamento entre a raça zebuína – a matriz (Nelore) e uma raça taurina – o touro (Limousin, Red Angus, Charolês, Aberdeen Angus, Simental, etc). Exemplificando: cruza-se uma vaca Nelore com um touro Limousin. O filho desse cruzamento será um animal meio sangue Nelore e meio sangue Limousin, um exemplo legítimo de cruzamento industrial.

A qualidade genética dos animais é um dos elementos cruciais para a boa qualidade da carne.